Histórico da Associação Viver Mais

Em 2004 um grupo de pessoas do Bairro Alto deu início a um trabalho filantrópico cujo objetivo era prestar apoio religioso, psíquico e humano as famílias carentes.

A atividade tomou corpo e hoje está concretizada como Associação Viver Mais. A instituição já reconhecida como de utilidade pública da  Cidade de Curitiba – PR.

A idealizadora da Associação Viver mais, Irmã Adelina Bressan tem a preocupação de desempenhar um trabalho transformador, com a finalidade de ajudar as pessoas a lidarem com seus conflitos, elevando sua autoestima e resgatando suas potencialidades. “O homem pode suportar tudo, menos sua falta de sentido”.

É o que a equipe da instituição e os projetos pretendem trabalhar, explica Irma Adelina Bressan.

Umas das primeiras atividades da Associação foram à distribuição de alimentos a catadores de material reciclável. “Passamos a fazer a capacitação de mães em alguns assuntos como higiene. Notamos que elas necessitavam de atenção e escuta”. O trabalho contínuo levou os integrantes a criarem uma Associação para ampliar o número de pessoas assistidas.

As atividades sócias educativas e de arte dão subsídios para que a população conheça seus deveres e direitos como trabalho, educação, moradia e lazer.

>> Objetivo Geral <<
Orientar as pessoas em nossas atividades a serem autocríticas, fomentadores de seus próprios desejos de superação, não cair na doença do século, (depressão), lutar contra a injustiça social e se tornarem seres pensantes responsáveis pelos próprios deveres resumidos na frase “OUÇA O ECO DA VIDA” que nos pensamentos da Idealizadora da Viver Mais é só com sentido que podemos mudar o mundo.

>> Missão <<
Atender com qualidade as pessoas, ser um agente motivador, incentivador das crianças, jovens e adultos.

Usar a arte, a cultura e o esporte como meios de resgate social, começando pelo aumento da alta-estima. O ser humano não pode ficar parado e sua mente precisa ser trabalhada sem dar chance aos pensamentos negativos ou situações de dificuldade que abalem seu interior.